Warning: Creating default object from empty value in /home/ricardo/public_html/wp-content/themes/news.0.2/library/extensions/entry-views.php on line 86
Coordenação de Enfermagem e especialistas em “Qualidade e Segurança no Cuidado ao Paciente” do HDM/IMIP traçam novas metas para 2017
Imprimir Shortlink

Coordenação de Enfermagem e especialistas em “Qualidade e Segurança no Cuidado ao Paciente” do HDM/IMIP traçam novas metas para 2017

A coordenadora de enfermagem do Hospital Dom Malan (HDM/IMIP), Fátima Michelle, se reuniu nesta terça-feira (10) com as seis profissionais recém tituladas na pós de “Qualidade e Segurança no Cuidado ao Paciente”, promovida pelo Hospital Sírio Libanês em parceria com o Ministério da Saúde, para definir novas metas a serem alcançadas este ano.

As enfermeiras gerentes da unidade hospitalar terminaram em novembro a pós-graduação que faz parte de um projetoeducacional voltado ao desenvolvimento de profissionais do SUS, com o objetivo de melhorar a gestão da clínica e a integralidade do cuidado seguro. Com essa nova bagagem de conhecimentos o grupo pretende reavaliar alguns protocolos e práticas relacionadas à segurança do paciente no Dom Malan, melhorando então o atendimento público prestado à população.

“Nós já temos o Núcleo de Segurança do Paciente implantado desde 2013, do qual fazem parte representantes de todos os setores do hospital. Conseguir que seis das nossas gerentes pudessem participar dessa especialização foi um bônus enorme para nós, pois elas estão trazendo um novo olhar sobre o trabalho que já é feito aqui e novas ideias para colocarmos em prática. É uma reação em cadeia. Ganha o profissional por poder fazer parte de um projeto que tem como objetivo melhorar o serviço prestado pelo SUS, o hospital por poder contar com profissionais especializados e os usuários pela assistência de qualidade”, avalia a coordenadora.

Foram tituladas as enfermeiras gerentes: do Alojamento Conjunto, Tamara Barreto; UTI-Pediátrica, Aline Martins; Bloco Cirúrgico, Camila Santana; Sala de Parto, Yane Tina; Emergência Obstétrica, Fernanda Mirelle; e UTI-Obstétrica, Fabrícia Maia. De acordo com Aline, o curso fez com que as profissionais entendessem mais a fundo todos os protocolos que fazem parte da Segurança do Paciente, promovendo assim uma mudança de hábitos, uma melhor comunicação entre a equipe e uma orientação mais embasada, já que cada uma das gerentes lidera uma equipe de, em média, 30 profissionais, entre técnicos de enfermagem e enfermeiros.

Já Tamara destacou que os profissionais de saúde não devem encarar as notificações oriundas do setor como punitivas. “Acontece muitas vezes de notificarmos eventos adversos ao protocolo gerando ansiedade entre a equipe. Mas, o trabalho do Núcleo de Segurança do Paciente não é de caça às bruxas, mas sim de orientação. Cada erro gera a possibilidade de um aprendizado”, ressalta.

Como metas para 2017 o grupo elencou o fortalecimento do trabalho de comunicação entre os profissionais de saúde e acompanhantes, incluindo a passagem de informações na troca de plantão; a ratificação da medicação segura; diminuição do risco de quedas; sensibilização da equipe com relação aos objetivos; e atenção ao “quase evento” como forma de prevenção.

Ascom

Blog do Banana

Deixe um Comentário


*